Famosos

Amber Heard aparece machucada em novas fotos; defesa de Depp nega agressão

por Pedro Hosken
há 1 ano

No processo movido contra o ex-marido Johnny Depp, a atriz Amber Heard alegou que havia passado por “um incidente grave em dezembro de 2015“, quando realmente chegou a temer a própria morte. O suposto episódio de agressão teve fotos divulgadas nesta manhã (1) pela revista People, que promete mais detalhes sobre o caso na edição que chega ás bancas na sexta (3). Na capa da publicação, Amber aparece com um ferimento próximo ao olho direito e um corte nos lábios, em imagem, segundo a revista, tirada por uma amiga da atriz em dezembro do ano passado.

amber-heard-768x1024 (1)

De acordo com a People, ainda em documentos judiciais, Heard deu detalhes de outros dois supostos episódios de violência doméstica. A atriz afirmou que em 21 de abril, ao final da festa de aniversário dela, o astro de “Piratas do Caribe” desencadeou uma discussão, a agarrando pelos cabelos e a empurrando “violentamente para o chão“. Segundo Amber, Depp estava embriagado. Já sobre a noite de 21 de maio, ela contou que o ex se mostrou obsessivo por “algo que não era verdade” e que lançou um telefone celular contra ela, “golpeando o rosto e os olhos com muita força.” A revista divulgou novas imagens:

amber-heard-p-435

Amber Heard e Depp foram casados por 15 meses

amber-heard-m-435

Os dois se conheceram nos sets de “The Rum Diary” (“Diário de um Jornalista Bêbado”), em 2011

amber-heard-o-435

Amber e Depp ficaram noivos em janeiro de 2014

Procurado pela revista People, um representante de Johnny Depp ainda não comentou sobre as fotos acima. As imagens vêm à tona, após um porta-voz da polícia de Los Angeles dar detalhes á revista, sobre a noite de 21 de maio. “A pessoa que denunciou o crime [Heard] não solicitou que fosse feito um relatório (boletim de ocorrência) e nenhum relatório foi registrado. Não havia nenhuma evidência de qualquer crime. Não ocorreu nenhum crime, portanto os agentes abandonaram a casa e deixaram um cartão-de-visita”, explicou.

Advogada de Depp nega agressões

Do outro lado da história, a advogada de Johnny Depp, Laura Wasser garantiu que o ator “nunca abusou de Heard“. “Amber está tentando conseguir uma resolução financeira prematura, alegando o abuso”. Em entrevista à “People”, Wasser ainda classificou a audiência da última sexta-feira (27) como “dramática“. “A recente ordem de restrição temporária e os pedidos financeiros parecem ser uma resposta à atenção negativa que ela recebeu após a declaração do divórcio“, pontuou.

Amigos e familiares saem em defesa de Depp

Diante da grande repercussão do caso, a primogênita de Depp, Lily-Rose utilizou sua conta no Instagram para apoiar o ator: “Meu pai é a pessoa mais doce e amável que eu conheço, ele não tem sido mais nada além de um ótimo pai para meu irmãozinho e eu, e todo mundo que o conhece diria o mesmo”.

"The Dancer" Photocall - The 69th Annual Cannes Film Festival

A também atriz Lily-Rose Depp, de 17 anos

A atriz Vanessa Paradis, mãe de Lily e do caçula John “Jack” também saiu em defesa de Depp.  “Eu acredito do fundo do meu coração que essas recentes alegações são ultrajantes. Em todos esses anos em que eu conheço Johnny, ele nunca foi abusivo comigo e isso tudo não se parece nada com o homem com quem eu vivi 14 maravilhosos anos“, escreveu Paradis, em uma carta divulgada pelo TMZ. Também em entrevista ao site, a primeira esposa de Johnny, Lori Anne Allison afirmou que o ator “nunca bateu em uma mulher e que não é capaz de ferir ninguém“.

Vanessa Paradis e Depp, durante a cerimônia do "Globo de Ouro", em 2004

Vanessa Paradis e Depp, durante a cerimônia do “Globo de Ouro”, em 2004

O comediante Doug Stanhope, amigo de Depp, foi outro que se manifestou publicamente a favor do astro. Em um texto publicado pelo site “The Wrap”, Doug relata que estava na casa de Johnny, pouco antes da suposta agressão. “Nós achamos inicialmente que o seu humor melancólico era por conta da morte da sua mãe no dia anterior. Mas ele se abriu do jeito mais vulnerável possível e explicou que não era apenas a sua mãe, mas que Amber estava o deixando, ameaçando mentir sobre ele publicamente e dos jeitos mais traiçoeiros, caso ele não concordasse com os termos do divórcio. Chantagem é a palavra que eu imagino que outras pessoas possam usar, incluindo a forma como ele está sendo difamado agora.”