TV / Séries

“O Outro Lado do Paraíso”: Fabiana é humilhada e acaba acusada de crime!

por Raphael Amador
há 1 mês

Minha gente, lembram que já tínhamos falado aqui que Patrick (Thiago Fragoso) conseguirá virar o jogo no tribunal e recuperará a herança de Clara Thorne (Bianca Bin) nos próximos capítulos de “O Outro Lado do Paraíso?! Pois é, ele não só vai desmascarar a prima Fabiana (Fernanda Rodrigues), que se aliou a Renato (Rafael Cardoso) para se vingar da mocinha, como fará a megera sair da audiência como ré, por ter mantido a avó Beatriz (Nathalia Timberg) em cárcere privado no hospício em que Clara foi internada.

Filma a cara desses demônios! (Foto: TV Globo)

Segundo o Notícias da TV, do jornalista Daniel Castro, a virada no jogo de Carneirinho começará quando ele for ao manicômio, atrás de provas para seu caso, onde conhecerá a psiquiatra Hermínia. “A defesa pediu a inclusão de uma testemunha. Que entre a doutora Hermínia dos Santos Silva“, dirá o juiz. “Trabalhei anos nesse hospício. Conheci todos os pacientes que por lá passaram. Dona Beatriz sempre esteve mentalmente sã. Mesmo sem tomar os remédios. Certa vez ela confessou que não fazia uso deles. Eu tenho os registros com a data de cada avaliação. Entreguei todos ao então diretor da instituição. Eu queria que dona Beatriz voltasse para casa“, revelará Hermínia, dando uma pasta com documentos aos oficiais.

Está aí nos registros. Ela e outros pacientes sãos foram mantidos no hospício por duas gestões de diretores. Por dinheiro. O escândalo foi muito grande. Quando se descobriu que certas famílias mantinham parentes no hospício para se apossarem de suas fortunas“, acrescentará a testemunha de Patrick. “Sabe se alguém mantinha a minha tia-avó, no hospício?”, questionará o advogado. “A própria neta dela, como foi descoberto posteriormente“, acusará Hermínia, enquanto a aproveitadora grita que é mentira da psiquiatra.

Já quero ver essa cobra humilhada por Carneirinho!

Graças à doutora Hermínia tive acesso aos registros dos depósitos feitos por Fabiana de Sá Junqueira em nome do antigo diretor. Minha tia-avó, Beatriz, estava em plena posse de suas faculdades mentais quando doou as telas a Clara Tavares. As provas estão aí“, apontará o advogado. “Tem mais, vou denunciar minha prima por ter mantido minha tia-avó em cárcere privado, com o conluio desse diretor, que hoje está na cadeia por casos semelhantes“, completará o amigo da vingativa.

O juiz, então, dará sentença favorável a Clara. Fabiana reclamará do resultado do processo e será humilhada pelo magistrado: “Agradeça por não sair daqui presa para responder sobre a internação de sua própria avó. Mas ainda será julgada. Em todo caso, permita-me uma observação particular. Dona Fabiana, a senhora me enoja“.

As cenas terminarão com o casal de bandidos observando a felicidade dos mocinhos. “Aquele juiz horroroso. Onde já se viu dar ganho de causa à Clara?“, afirmará a dondoca. “Nunca achei que o Patrick fosse remexer os arquivos do hospício“, dirá Renato. “Entrei como autora da ação e saí como ré. Hoje em dia, com internet, provas não desaparecem facilmente. Como não pensei que o traste do meu primo iria até o hospício? Clara enfeitiçou o Patrick. Ele está em Palmas, longe do escritório do Rio, só para ficar perto dela“, concluirá a vilã.

Estas cenas estão previstas para o capítulo do dia 17 de abril e a gente, obviamente, não vai perder!